segunda-feira, 15 de junho de 2015

PRODUTOS BRASIL PIMENTAS - CONSERVAS, SALSAS, MOLHOS DAS PIMENTAS + FORTES DO MUNDO - FALA JA O SEU PEDIDO..







Policia Indiana usa Drones com Pimenta em Pó para deter Multidões

Polícia indiana utiliza drones com pimenta em pó para deter multidões


Os veículos não tripulados são equipados com câmeras de alta definição e podem transportar até dois quilos de pimenta em um raio de um quilômetro cada. A polícia de Lucknow já havia utilizado drones para missões de vigilância, especialmente durante encontros religiosos.
Apesar da empolgação dos oficiais, grande parcela da população resiste ao uso da pimenta por parte dos drones, já que, pelo fato de ser em pó, boa parte da substância pode afetar cidadãos que não fazem parte do alvo da polícia. "Pimenta não é fatal, mas muito eficaz para controlar a multidão. Nós podemos pulverizá-la de alturas diferentes para obter o máximo de resultados", assegura Yadav.
Embora a adoção das aeronaves para este fim pareça bizarra, essa não é a primeira vez que forças policiais e de segurança as adotam para conter multidões. Em 2014, a empresa sul-africana Desert Wolf passou a vender veículos não tripulados antimotim capazes de disparar esferas de paintball para marcar indivíduos, assim como atirar bolas de spray de pimenta e de plástico. Os robôs também incluem alto-falantes e luzes estroboscópicas para cegar manifestantes indisciplinados.



Até o momento, não há relatos do uso de drones com esses mesmos fins em departamentos de polícia dos Estados Unidos. Os cidadãos americanos, por sua vez, parecem estar confortáveis com o uso de robôs para vigilância: de acordo com um relatório da Reuters, mais de 68% dos entrevistados disseram estar à vontade com drones policiais resolvendo crimes e 62% disseram que a polícia deveria usar os veículos para deter os criminosos.
Via Yahoo! e AFP
 

 



PIMENTAS NUCLEARES PRODUZIDAS POR BRASIL PIMENTAS - CAROLINA REAPER ,SR STRAIN, TS BUTCH T, TS MOROUGA, E OUTRAS

 









ALGUMAS PIMENTAS NUCLEARES POR NÓS DA BRASIL PIMENTAS PRODUZIDAS, SEM AGROTOXICOS...SEM POLINIZAÇÃO CRUZADA...

domingo, 24 de maio de 2015

Pimentas Brasileiras como Usar -

Infelizmente apesar de ainda com certeza , se ter variedades super raras, exclusivamente brasileiras, exemplares não domesticados, desconhecidos ate.. nada se faz neste Pais , para se desenvolver ou aprimorar exemplares.. Um banho levamos de outros países em termos de conhecimento e desenvolvimento das ardidas.. Infelizmente nem de longe vislumbramos dentre as pimentas mais saborosas e ou fortes, fortíssimas , etc... no mundo ! Porem o que depender dos apaixonados e aficionados chile heads brasileiros o mundo ardido esta sempre em constante movimento..
Bom ai vai uma dica para as nossas Brasileiríssimas,,


 Pimentas brasileiras: como usar

  • Dedo-de-moça – picância média, pouco aroma
  • molhos à base de carnes
  • vinha d’alhos para assados e marinadas
  • tempero de carnes
  • molho para uso diário
  • sobremesas, queijos e massas 
    • Pimentas de cheiro (bode, pitanga e caqui) – aromáticas e picantes
    • frango ensopado
    • galinhada (indispensável a bode)
    • pratos com pequi
    • legumes refogados
    • risottos
    • moquecas
    • pratos com camarão seco
    • pratos da cozinha baiana
    • peixes ensopados
      • Fidalga, cheirosa-do-Pará, cumari-do-Pará e murupi – aromáticas e de média/alta picância
      • marinadas de legumes
      • escabeche de peixe
      • peixes crus
      • peixadas e caldeiradas com peixes de água doce
      • molhos frios para peixes e frutos-do-mar
      • combinadas com tucupi
        • Malagueta, cumari e cumari verdadeira – muita picância e pouco aroma
        • feijoada (malagueta é indispensável)
        • para comer junto com arroz e feijão
        • bolinhos e pastéis
        • caldinho de mocotó
        • cuscuz paulista
        • pratos com carne seca
        • pratos com carne de porco
        • acarajé
        • cozidos
        • barreados
          • Pimenta biquinho
          • curtida pura como petisco
          • saladas
          • sopas
          • espetinhos
          • Pimentas doces (cambuci, americana, cheirosa do Pará) – sem picância
          • picles
          • podem se recheadas
          • grelhadas ou assadas
          • combinadas com queijos
        • dicas de Mara Sallee e Zé Lima

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015